Rinoplastia: O tipo de pele altera o resultado? | Otorrinolaringologista Florianópolis e São José | Dr. Guilherme Guerra
16238
post-template-default,single,single-post,postid-16238,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Rinoplastia: O tipo de pele altera o resultado?

Rinplastia

Rinoplastia: O tipo de pele altera o resultado?

Nossa pele se apresenta como se fosse uma capa que cobre as estruturas internas do nariz. E a rinoplastia atua principalmente remodelando as estruturas internas (ossos e cartilagens).

Dessa forma, na pessoa com pele mais fina os resultados da cirurgia ficam mais evidentes já nas primeiras semanas de pós-operatório. Já a pessoa com pele mais grossa, o resultado por vezes demora meses para aparecer, e em alguns casos pode ser limitado, já que a espessa camada de pele e subcutâneo atua como um grosso cobertor por cima das estruturas internas nasais. Uma redução na espessura dessa camada pode ser realizada de forma parcial em alguns casos e em certas regiões do nariz, o que pode atenuar o problema.

Por outro lado, a pele grossa pode camuflar pequenas irregularidades ou alterações cicatriciais pós-operatórias, situação que não ocorre nos pacientes de pele mais fina, nos quais mínimas protrusões cartilaginosas e/ou ósseas podem ficar aparentes.  Claro que durante a cirurgia dos pacientes com pele fina, são utilizadas técnicas de camuflagem que buscam evitar tais irregularidades pós-operatórias.

Ficou com alguma dúvida? Quer saber de que forma sua espessura de pele pode influenciar no resultado da sua rinoplastia? Agende sua consulta!

Estamos à disposição para oferecer maiores esclarecimentos, apresentar nossos serviços e segurança para você!

www.drguilhermeguerra.com.br



WhatsApp
Enviar