Sinusite | Dr. Guilherme Guerra
15509
page-template-default,page,page-id-15509,page-child,parent-pageid-15322,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Sinusite

Sinusite | Florianópolis e São José | Dr. Guilherme Guerra

O que são os seios da face?

Os seios paranasais (seios da face) são cavidades preenchidas por ar que estão situadas em certos ossos do esqueleto facial. Existem quatro seios paranasais em cada lado, os maxilares (situados nas “maçãs do rosto”), os etmoidais (no alto do nariz e entre os olhos), os frontais (acima dos supercílios), e os esfenoidais (atrás da cavidade nasal, na região central da cabeça).
Os seios paranasais, a exemplo da cavidade nasal, são revestidos por mucosa, na qual ocorre a produção de muco que ajuda a manter as cavidades úmidas e com bom funcionamento.
Tal muco é drenado de forma natural para a cavidade nasal através de pequenos orifícios, chamados de óstios naturais, e normalmente nem percebemos esse processo.

Como ocorre a sinusite?

A sinusite é a inflamação da mucosa dos seios paranasais, e pode ocorrer por diversas razões. A produção de muco pode ser aumentada devido a, por exemplo, infecções virais ou alergias.
Dependendo da quantidade de secreção, os orifícios naturais de drenagem dos seios paranasais podem não ser capazes de eliminá-la completamente, causando retenção de muco dentro das cavidades.
Esse muco estagnado pode facilmente ser infectado, ou seja, nele pode ocorrer crescimento bacteriano, gerando uma sinusite bacteriana.
A sinusite também pode ocorrer devido a um bloqueio dos óstios de drenagem devido a fatores anatômicos, tais como desvio de septo, pólipos e hipertrofia de cornetos. Classificamos a sinusite como aguda (até 12 semanas de duração) e crônica (maior que 12 semanas de duração).

Qual o tratamento da sinusite?

Normalmente, a primeira opção de tratamento da sinusite consiste em medidas de higiene nasal e/ou medicamentos. Como exemplo de medida de higiene nasal está a lavagem com soro fisiológico, de grande valia para a remoção do excesso de muco e secreção infectada.
Geralmente associam-se um ou mais medicamentos, que podem variar entre medicamentos de uso tópico nasal, antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos, antialérgicos, descongestionantes etc. Cada caso se beneficia de um tratamento em específico, portanto é sempre aconselhável consultar um especialista para a melhor condução do caso.
Quando uma crise de sinusite aguda não é adequadamente tratada, ela pode se tornar crônica, dificultando uma cura completa e podendo causar grande impacto na qualidade de vida do paciente.
Nos casos de sinusite crônica, ou em sinusites agudas recorrentes, ou em casos nos quais não há resposta com tratamento medicamentoso, pode-se optar pelo tratamento cirúrgico, através da sinusectomia.

WhatsApp
Enviar